Quem você escolhe?

“ Então, enviou Acabe mensageiros a todos os filhos de Israel e ajuntou os profetas no monte Carmelo. Então, Elias se chegou a todo o povo e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o Senhor é Deus, segui-o; se é Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu.”
1 Reis 18 20 e 21
A uma pergunta em meu coração esses dias, por que o povo de Israel simplesmente não respondeu a pergunta do Profeta?
Acredito que uma destas resposta está no fato de que realmente não sabiam o que escolher, sabiam sobre Deus, mas não o conheciam de fato.
O que não e diferente nós dias de hoje a uma geração inteira sendo formada sem conhecer a Deus.
Muitos não sabem responder perguntas simples, estão mais preocupados e saber sobre o que Deus pode fazer do que quem Ele é, e isso acontece também conosco, hoje somos valorizados pelo que fazemos e não por quem nós somos.
Como um povo poderia responder se eles já haviam se esquecido de Deus.
Um esquecimento que não aconteceu de uma ora para outra mas eram anos de descaso com a presença de Deus.
Uma geração inteira crescendo sem referencia, vivendo debaixo de um julgo de imoralidade e descaso com as coisas de Deus.
Geração essa que está mais preocupada em levantar novos lideres do que levantar fundamentos, é como levantar um prédio sem uma base sólida, ai surgem verdadeiras aberrações, crianças gerando crianças.
Israel estava exatamente neste contesto, seu histórico era de degradação total dos princípios de Deus, o povo estava tão corrompido que não sabia mas a quem ouvir.
E só lembrar de Salomão um Reis que apesar de receber uma sabedoria incrível simplesmente não permaneceu fiel a Deus, deixou que seu coração e a sua mente fosse dividida entre seu amor Por Deus e sua paixão por suas mulheres.
Muitos estão assim são pessoas sinceras mais seus corações estão divididos e quando tem que escolher entre Deus e os prazeres, Deus passa a não ser uma escolha.
Salomão não só trouxe a idolatria para dentro do povo mais também a financio.
Usou o dinheiro e a sabedoria que Deus tinha dado a ele para promover idolatria.
Por paixão as suas mulheres levantou vários templos pagãos o que certamente confundia mais o povo de Deus, já que era admirado por todos.
Suas atitudes acabavam se tornando um modelo.
Isso está acontecendo em muitas casa, e muitas igrejas em nossos dias.
Os Filhos não sabem mais o que escolherem, pois seus pais que deveriam ser modelos estão cheios de traumas e ao invés de passar um ensinamento sadio passam um ensinamento corrompido baseado em suas próprias frustrações e nas igreja a história parece ser a mesma lideres que ao invés de buscarem servir a Deus inventam seu próprios cultos e doutrinas.
Querem oportunidades e poder mas, quando elas chegam trocam isso por paixões pessoais.
Salomão por sua sabedoria se tornou uma referencia mas por sua infidelidade se tornou um problema.
Um homem que podia fazer com que a geração de Davi permanece por muitas gerações termina seu reinado marcado por promover o inferno.
Quando Salomão morre, um novo Rei surge, Roboão filho de Salomão só que ao invés de corrigir os erros de Seu pai Salomão coloca um jugo ainda mais pesado sobre o povo o que faz com que o povo se rebelasse contra ele.
Reino de Israel acaba sendo dividido em dois reinos, o Reino do Sul e o do Norte.
Roboão fica com o Reino do Sul onde estava Jerusalém e Jeroboão assume o reino do Norte.
Essa separação cria uma serie de problemas, Como todo povo ia a Jerusalém para adorar a Deus, e Jerusalém ficava no Reino do Sul Jeroboão começou a temer que o povo se voltasse para Roboão e baseado neste medo decide criar seus próprio lugar de adoração., para evitar do povo fosse a Jerusalém para adorar a Deus e ficasse por lá, o problema e que isso ia de encontro as ordens Divina, e Jeroboão entre Deus e a possibilidade de perder o poder escolhe o poder.
Constrói dois Templos e duas imagem de bezerro de ouro e coloca as duas em duas cidades diferentes, cidades que eram referencia no Reino do Norte e todo povo passou então deixa de ir para Jerusalém para adorar o Deus Verdadeiro para adorar imagens e bezerros de ouro.
Jeroboão também constitui seus próprios sacerdotes e constrói seu próprio altar o que se torna uma afronta para Deus.
Não era a primeira vez que o povo de Deus, escolhia a idolatria e construía bezerro de ouro e abandonava a Deus
“ Pelo que o rei, tendo tomado conselhos, fez dois bezerros de ouro; e disse ao povo: Basta de subirdes a Jerusalém; vês aqui teus deuses, ó Israel, que te fizeram subir da terra do Egito! Pôs um em Betel e o outro, em Dã. E isso se tornou em pecado, pois que o povo ia até Dã, cada um para adorar o bezerro. Jeroboão fez também santuários nos altos e, dentre o povo, constituiu sacerdotes que não eram dos filhos de Levi. Fez uma festa no oitavo mês, no dia décimo quinto do mês, igual à festa que se fazia em Judá, e sacrificou no altar; semelhantemente fez em Betel e ofereceu sacrifícios aos bezerros que fizera; também em Betel estabeleceu sacerdotes dos altos que levantara.”
1 Reis 18 28 a 32
Isso aconteceu uma vez quando Moises estava no Monte Sinai, vendo que e o povo que Moises se demorava, decidiram abandonar a Deus e construir um bezerro de ouro, e ainda chamaram esse bezerro de ouro de o próprio Deus.
Jeroboão usou a mesma frase deste povo rebelde:
Esse são os deuses que nos tirarão do Egito!
O Bezerro de Ouro significava rebelião direta a Deus.

1. Rebelião a Lei Ex 20.2-5;32.7-8; Mc 7.8,9
Deus tinha levantado Moises como líder de seu povo e o chama para entregar seus Dez mandamento em um momento de total separação a Ele, o povo embriagado por suas próprias paixões decide não esperar e se rebela contra Deus e gera para si mesmo um deus e suas próprias leis e isso é exatamente o que Jeroboão, faz não estava somente construindo um bezerro estava se rebelando diretamente contra Deus e contra suas Leis e fazendo as suas próprias
2. Rebelião do culto - 1Rs 12.28-32
Jeroboão tinha organizado sua rebelião quando estrategicamente levanta dois altares um em Betel que era 19 km do norte de Jerusalém uma cidade consagrada a Deus e de grande importância agora era sinônimo de idolatria e Dã perto do Monte Hermon, ele descarta toda a santidade de Deus e cria para si seus próprios sacerdote sem se importar com a ordem de Deus de levantar sacerdotes da tribo de Levi. O que nós leva mais uma vez aos nossos dias atuais onde a cada dias mais se torna mais comum vemos cultos que se parecem mais com entretenimento do que presença de Deus.
Cada um fazendo suas próprias vontades e gostos sem perguntar a Deus o que ele realmente deseja.
3. Rebelião a liderança
O medo de perder o poder era tanto que Jeroboão criar seu próprio culto e estabelece seus próprios secerdotes, já que criando não precisaria se submeter a eles.
Jeroboão se torna seu próprio deus.
Temos que ter cuidado para que esse medo não nos alcance e ao invés de nos submetermos a Deus e os lideres que Ele escolher para nós, nos tornemos nossos próprios donos.
Até quando coxeareis entre dois pensamentos?
Eu fico imaginando Deus com isso tudo sempre amou seu povo e sempre quis o melhor para ele, Deus nunca teve seu coração dividido.
Me lembro que antes de Saul Deus disse que queria Reinar sobre o povo mas o povo não o quis preferiu a mão de um homem para guiá-los e liderá-los e essa escolha só trouxe problemas.
E mais uma vez um Homem estava reinando sem deixar Deus reinar por ele.
Logo a pois o reinado de jeroboão surgem alguns Reis mas a historia de idolatria continua.
Até que surge um Rei chamado Acabe e Israel passa um dois piores momentos de sua Historia.
Acabe se casa com Jezabel, filha do rei idólatra de Sidom, uma mulher manipuladora e controladora que quando assume o poder declara guerra contra Deus.
Fanática por Baal, consegue manipular Acabe, o faz a investir na realização e construção de templos a Ball.
Sendo assim toda ameaça a seus culto e a seu deus ele deveria ser eliminada.
E como seu maior inimigo era Deus, começa sua lutar para eliminar todos os Profetas do Senhor.
Acabe sucumbem aos apelos de Jesabel e permite suas atrocidades, dividido entre agradar sua esposa, e agradar a Deus se esquece de Deus.
O Povo mais uma vez e refém de um líder passivo nas mão de uma princesa de Satanás.
Acabe permite a construção de templos e altares para a adoração Baal.
A nuvem de sangue e estabelecida com assassinatos dos profetas e de sacrifício de crianças para adoração a Ball.
A doutrina do medo ganha força.
Ball passa então a ser promovido diariamente.
Temos que ter muito cuidado para que esse espírito não nós domine , pois lideres inseguros são a plantação de Jesabel.
Lideres inseguros tem a tendência a criar seus próprios cultos e manipular as pessoas a fazerem o que desejam.
Começam anulando a voz profética e toda ameaça a seu poder.
Culpam todos de rebelião quando na verdade são eles que se rebelaram.
Estabelecem o Império das Trevas já que o governo e centralizado neles mesmos.
Jesebel mata vario Profetas de Deus e cada assassinato de um profeta de Baal era legitimado em seu lugar.
A Duvida de que Ball era mais poderoso que Deus começa a ser divulgada.
Duas opções surgirem para o povo, ou adoravam Ball e sobreviveriam ou adorariam a Deus com a possibilidade de perder sua própria vida.

...Se o Senhor é Deus, segui-o; se é Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu.

O problema de um coração dividido é que ele sempre escolhe o que aparentemente e mais fácil, quando Elias perguntou ao povo o que eles escolheriam, eles vinham deste histórico. Constante infidelidade e isso não era só devido a seus lideres mais por que o povo era corrompido também, sendo assim era melhor ficar quieto e ver o que acontece do que se envolver.
Já reparou que as vezes somos assim as vezes preferimos ficar em cima do muro a ter que tomar alguma decisão.
Temos uma tendência a sempre escolher o caminho aparentemente parece mais fácil.
Sabemos o que temos fazer e simplesmente mais ficarmos parados vendo o que acontece.
E as vezes anos se passam e não tomamos nenhuma atitude.
Toda vez que deixamos os nossos corações se envolverem com paixões mundanas parte de nossos corações ficam presos a elas, e o quanto mais minhas paixões me dominam mais distante de Deus eu fico, e distante de Deus eu fico mas perto das duvidas.
Dia a dia essa luta e travada dentro de nós para ver quem será dono de nosso coração o Espírito de Deus ou a nossa minha Carne.
Temos que escolher a Deus.
Temos que voltar nossos corações para Deus.
Precisamos desejar não só saber sobre Ele mais o conhecer de fato.
Precisamos buscar ler a bíblia não para saber o que ele pode fazer por nós mais quem Ele é.
Quando descobrimos a natureza divina anularemos os espaços para as duvidas em nossos corações.
O povo precisou ver o fogo caindo no altar para ver quem era Deus por que esqueceu que dentro deles estava o fogo do amor de Deus.
            Muitos só reagem assim com a manifestação do sobrenatural se não tiver fogo caindo não se movem.
Deus nunca abandonou seu povo.
Deus sempre esteve presente, nós mudamos a cada minuto mas Deus nunca mudou.
Um milagre e sempre bem vindo mas Deus nunca pode ir embora.
O que você responde hoje?
Sim para Deus e não para esse mundo, ou sim para esse mundo e não para Deus?
Até quando você permitirá que seu coração fique dividido?
O que você me diz?
Quem você escolhe?
Deus ou os milagres? E se o milagre nunca chegar vai desistir de Deus?
Hoje muitos só tomo uma decisão se virem a manifestação do poder de Deus, não conseguem mais adorá-lo pelo que ele é mas sim pelo que ele pode fazer.
Mas a bíblia diz bem aventurados são os que não viram e creram.
André Santana